Page 52

Engenharia de Petróleo O ENGENHEIRO DE PETRÓLEO é o profissional graduado em nível superior que trabalha com o estudo e a análise de jazidas de petróleo, bem como com projetos de extração e sua execução. É de responsabilidade desse profissional a determinação do potencial econômico da jazida, da produtividade, da viabilidade e das técnicas a serem utilizadas para a exploração. A coordenação e o acompanhamento desse processo e a elaboração de um plano de logística de transportes e abastecimento também são incumbências do engenheiro de petróleo. O profissional dessa área deve ter a consciência de que o ambiente do qual se está extraindo o petróleo deve ser preservado ao máximo, portanto deve ser realizado um planejamento estratégico de redução de danos. Apesar de se tratar de engenharia de petróleo, o profissional dessa área está habilitado a trabalhar com outros combustíveis, como gás natural. MERCADO DE TRABALHO – O mercado de trabalho para o profissional ligado à energia vem crescendo muito nos últimos anos, isso porque as recentes e constantes preocupações com as mudanças climáticas e com o aquecimento global fazem com que os governos busquem cada vez mais formas de energia que substituam o petróleo, além da busca pelo seu uso mais consciente. O setor sucroalcooleiro também tem sido muito beneficiado com esse processo de transição de combustíveis no qual mundo está entrando. O petróleo é um produto muito importante, tanto para a economia local quanto para a exportação, sendo seu preço estipulado por cotações internacionais. Salário médio inicial – R$ 2.000,00 O QUE VOCÊ PODE FAZER – O profissional de engenharia do petróleo pode trabalhar em empresas públicas ou privadas, de caráter nacional ou multinacional, e atuar nas mais diversas áreas do setor petrolífero, entre elas: Extração do petróleo – quando trabalha com todo o processo de extração, podendo atuar tanto na área de projetos quanto na área de execução; Pesquisas científicas – pode trabalhar no setor de pesquisas petrolíferas atuando na área de técni50

TN Petróleo Estudante

Foto: Banco de Imagens Petrobras

recursos humanos

cas de extração, de refino, de transformação, bem como com a pesquisa e sua aplicação em indústrias de derivados de petróleo. Além disso, o profissional pode também atuar em pesquisas de outras formas de energia que tenham potencial de substituir a energia petrolífera, que é altamente poluente e não renovável. Nesse caso, o papel do profissional é buscar cada vez mais a sustentabilidade do crescimento, ou seja, buscar o desenvolvimento com base na preservação ambiental; Refino – pode trabalhar diretamente com o refino e a distribuição do petróleo nas suas mais diversas formas (óleo ou derivados). O CURSO – Para ser um engenheiro de petróleo é necessário diploma de graduação em curso superior de Engenharia de Petróleo, com duração média de quatro anos. O curso visa a habilitar o profissional para trabalhar em qualquer fase da extração desse combustível. Algumas das disciplinas que fazem parte da grade curricular são: projetos de engenharia de petróleo; tratamento de minerais; projeto, teste e análise de poços de petróleo; mecânica de fluídos aplicada a reservatórios e a engenharia de petróleo; geofísica aplicada a engenharia de petróleo; dutos de petróleo e gás, dentre outras. PRINCIPAIS ATIVIDADES – localizar e fazer a prospecção da área de jazidas de petróleo; analisar o potencial econômico, a viabilidade e as principais características geológicas da região; determinar a melhor técnica de extração do petróleo; elaborar o projeto de extração; definir toda a estrutura necessária; coordenar a execução do projeto; acompanhar todo o processo de extração; elaborar plano de logística de transporte, armazenamento e estocagem; acompanhar o processo de transformação dos combustíveis.

TN Petroleo Guia do Estudante 2008  

Suplento da Revista Brasileira de Tecnologia e Negócios de Petróleo, Gás, Petroquímica, Química Fina e Biocombustíveis

TN Petroleo Guia do Estudante 2008  

Suplento da Revista Brasileira de Tecnologia e Negócios de Petróleo, Gás, Petroquímica, Química Fina e Biocombustíveis

Advertisement