Page 29

Os derivados mais conhecidos são: gás liquefeito (GLP) ou gás de cozinha, gasolinas, naftas, óleo diesel, querosenes de aviação e de iluminação, óleos combustíveis, asfalto, lubrificantes, combustíveis marítimos, solventes, parafinas e coque de petróleo.

Também conhecidas por ‘trapas’, são estruturas geológicas que permitem a acumulação de óleo ou gás. São as rochas ou conjunto de rochas que deverão ser capazes de aprisionar o petróleo após sua formação, evitando que ele escape. A armadilha ideal deve apresentar: 1. Rochas-reservatório adequadas, ou seja, porosidade entre 15% e 30%; 2. Condições favoráveis para a migração do petróleo das rochas-fonte para as rochasreservatório (permeabilidade das rochas); 3. Um selante adequado para evitar a fuga do petróleo para a superfície.

Refino Apesar de a separação da água, óleo, gás e sólidos produzidos ocorrer em estações ou na própria unidade de produção, é necessário o processamento e refino da mistura de hidrocarbonetos provenientes da rochareservatório, para a obtenção dos componentes que serão utilizados nas mais diversas aplicações (combustíveis, lubrificantes, plásticos, fertilizantes, medicamentos, tintas, tecidos, etc.). As técnicas mais utilizadas de refino são: 1. destilação, 2. craqueamento térmico, 3. alquilação 4. craqueamento catalítico.

Foto: Banco de Imagens Petrobras

Armadilhas do petróleo

Plataforma fixa alto-elevatória

Exploração

Transporte

O ponto de partida na busca do petróleo é a exploração, atividade em que se realizam os estudos preliminares para a localização de uma jazida. Para identificar a localização do petróleo e decidir qual a melhor forma de extraí-lo de poços em terra ou no mar, o homem usa conhecimentos de Geologia e Geofísica. A reconstrução da história geológica de uma área, por meio da observação de rochas e formações rochosas, determina a probabilidade da ocorrência de rochas-reservatórios. A utilização de medições gravimétricas, magnéticas e sísmicas permite o mapeamento das estruturas rochosas e composições do subsolo. A definição do local com maior probabilidade de um acúmulo de óleo e gás tem por base a sinergia entre a Geologia, a Geofísica e a Geoquímica, destacando-se a área de Geoengenharia de Reservatórios.

Pelo fato de os campos petrolíferos não serem localizados, necessariamente, próximos dos terminais e refinarias de óleo e gás, é necessário o transporte da produção por embarcações, caminhões, vagões ou tubulações (oleodutos e gasodutos).

Distribuição Os produtos finais das estações e refinarias (gás natural, gás residual, GLP, gasolina, nafta, querosene, lubrificantes, resíduos pesados e outros destilados) são comercializados com as distribuidoras, que se incumbem de oferecê-los, na sua forma original ou aditivada, ao consumidor final.

Unidades de produção (plataformas) Fixa – plataforma com estrutura de sustentação fixa sobre o solo marinho, cujas pernas são estaqueadas no fundo do mar. TN Petróleo Estudante

27

Profile for Webmaster TN Petróleo

TN Petroleo Guia do Estudante 2008  

Suplento da Revista Brasileira de Tecnologia e Negócios de Petróleo, Gás, Petroquímica, Química Fina e Biocombustíveis

TN Petroleo Guia do Estudante 2008  

Suplento da Revista Brasileira de Tecnologia e Negócios de Petróleo, Gás, Petroquímica, Química Fina e Biocombustíveis

Advertisement