Page 29

Os derivados mais conhecidos são: gás liquefeito (GLP) ou gás de cozinha, gasolinas, naftas, óleo diesel, querosenes de aviação e de iluminação, óleos combustíveis, asfalto, lubrificantes, combustíveis marítimos, solventes, parafinas e coque de petróleo.

Também conhecidas por ‘trapas’, são estruturas geológicas que permitem a acumulação de óleo ou gás. São as rochas ou conjunto de rochas que deverão ser capazes de aprisionar o petróleo após sua formação, evitando que ele escape. A armadilha ideal deve apresentar: 1. Rochas-reservatório adequadas, ou seja, porosidade entre 15% e 30%; 2. Condições favoráveis para a migração do petróleo das rochas-fonte para as rochasreservatório (permeabilidade das rochas); 3. Um selante adequado para evitar a fuga do petróleo para a superfície.

Refino Apesar de a separação da água, óleo, gás e sólidos produzidos ocorrer em estações ou na própria unidade de produção, é necessário o processamento e refino da mistura de hidrocarbonetos provenientes da rochareservatório, para a obtenção dos componentes que serão utilizados nas mais diversas aplicações (combustíveis, lubrificantes, plásticos, fertilizantes, medicamentos, tintas, tecidos, etc.). As técnicas mais utilizadas de refino são: 1. destilação, 2. craqueamento térmico, 3. alquilação 4. craqueamento catalítico.

Foto: Banco de Imagens Petrobras

Armadilhas do petróleo

Plataforma fixa alto-elevatória

Exploração

Transporte

O ponto de partida na busca do petróleo é a exploração, atividade em que se realizam os estudos preliminares para a localização de uma jazida. Para identificar a localização do petróleo e decidir qual a melhor forma de extraí-lo de poços em terra ou no mar, o homem usa conhecimentos de Geologia e Geofísica. A reconstrução da história geológica de uma área, por meio da observação de rochas e formações rochosas, determina a probabilidade da ocorrência de rochas-reservatórios. A utilização de medições gravimétricas, magnéticas e sísmicas permite o mapeamento das estruturas rochosas e composições do subsolo. A definição do local com maior probabilidade de um acúmulo de óleo e gás tem por base a sinergia entre a Geologia, a Geofísica e a Geoquímica, destacando-se a área de Geoengenharia de Reservatórios.

Pelo fato de os campos petrolíferos não serem localizados, necessariamente, próximos dos terminais e refinarias de óleo e gás, é necessário o transporte da produção por embarcações, caminhões, vagões ou tubulações (oleodutos e gasodutos).

Distribuição Os produtos finais das estações e refinarias (gás natural, gás residual, GLP, gasolina, nafta, querosene, lubrificantes, resíduos pesados e outros destilados) são comercializados com as distribuidoras, que se incumbem de oferecê-los, na sua forma original ou aditivada, ao consumidor final.

Unidades de produção (plataformas) Fixa – plataforma com estrutura de sustentação fixa sobre o solo marinho, cujas pernas são estaqueadas no fundo do mar. TN Petróleo Estudante

27

TN Petroleo Guia do Estudante 2008  

Suplento da Revista Brasileira de Tecnologia e Negócios de Petróleo, Gás, Petroquímica, Química Fina e Biocombustíveis

TN Petroleo Guia do Estudante 2008  

Suplento da Revista Brasileira de Tecnologia e Negócios de Petróleo, Gás, Petroquímica, Química Fina e Biocombustíveis

Advertisement