Page 19

a importância da energia em nossas vidas

usinas nucleares aproveitam esta energia para gerar eletricidade. Embora não produza poluentes, a quantidade de lixo nuclear é um ponto negativo. Os acidentes em usinas nucleares, embora raros, representam grande perigo. Energia Geotérmica – nas camadas profundas da crosta terrestre existe alto nível de calor. Em algumas regiões, a temperatura pode superar 5.000°C. As usinas podem utilizar este calor para acionar turbinas elétricas e gerar energia. Ainda é pouco utilizada. Energia Gravitacional – gerada a partir do movimento das águas oceânicas nas marés. Possui custo elevado de implantação e, por isso, é pouco utilizada. Especialistas em energia afirmam que, no futuro, esta será uma das principais fontes de energia do planeta.

Energia do Hidrogênio – é considerada como uma das potenciais energias do futuro, visto que sua matéria-prima (H2) é o elemento mais abundante do universo. Este tipo de recurso energético consegue conciliar as vantagens das energias renováveis e não renováveis exploradas hoje em dia, tem a vantagem de não ser poluente e de não se esgotar, como as energias renováveis, e tem enorme valor energético, superior ao das energias não renováveis. Parece estranho dizer que um elemento tão simples possa ser uma forma de energia tão valiosa, mas suas características como pouca massa, grande quantidade de energia e a sua utilização junto a célula a combustível permitem maior vantagem sobre as fontes de combustíveis atuais. Para utilização do hidrogênio

como fonte de energia é necessário o seu uso junto a uma célula de combustível. O Brasil, apesar de estar começando a desenvolver a tecnologia de célula a combustível em um número maior de atividades públicas e privadas, já apresenta uma experiência considerável nesta área, embora ainda seja insignificante, em termos quantitativos, e a maior parte dos estudos direcionados para o setor petrolífero e atividades de indústrias químicas na produção de peróxido de hidrogênio, por exemplo. Atualmente, as linhas de pesquisas do hidrogênio para aplicações em células a combustível estão focadas na produção de hidrogênio por eletrólise, na reforma do etanol e do gás natural e no armazenamento de hidrogênio em metais, denominado ‘hidreto’.

TN Petróleo Estudante

17

TN Petroleo Guia do Estudante 2008  

Suplento da Revista Brasileira de Tecnologia e Negócios de Petróleo, Gás, Petroquímica, Química Fina e Biocombustíveis

TN Petroleo Guia do Estudante 2008  

Suplento da Revista Brasileira de Tecnologia e Negócios de Petróleo, Gás, Petroquímica, Química Fina e Biocombustíveis

Advertisement