Page 99

As fronteiras da arte transpõem o cruzamento transdisciplinar protagonizado por uma linguagem corporal associada a movimentos constantes e conexos. Numa performance transversal composta por formas, posturas e poses, envolta em perceções e desejos, construídas por bailarinos profissionais e intérpretes com deficiência visual. Um desafio alcançado com um trabalho meritório, em três línguas tão diferen-

tes e, ao mesmo tempo, tão próximas por quem vê com outros olhos. No palco do Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada. No culminar de uma perfomance inclusiva de três partes, acompanhadas por música e assinadas por três coreógrafos. Primeiro “Touched”, de Kjersti K.Engebrigtsen, da Noruega. Depois “Plexus”, de Ajjar Ausma, da Estónia. Por fim, “Edge”, de Ana Rita Barata, de Portugal. O nome: Fragile.

99

Mutante 16  

Zaha Hadid • Adriana Barreto • Bloco 103 • Tiago Mourão • Ana Tecedeiro • Opera House (Austrália) • Made in Portugal • Conserva • Palácio da...

Mutante 16  

Zaha Hadid • Adriana Barreto • Bloco 103 • Tiago Mourão • Ana Tecedeiro • Opera House (Austrália) • Made in Portugal • Conserva • Palácio da...

Advertisement