Page 82

O fascínio pela arquitetura despontou em que momento da sua vida? Não sei se o fascínio foi pela arquitetura ou se foi pelo desenho, pela geometria… Tenho uma coleção de desenhos, que o meu pai guarda religiosamente, feitos com compassos, tira-linhas… Nas férias, comprava cadernos de exercícios e passava o tempo a colorir os desenhos… também a preto e branco. As imagens a preto e branco sempre me fascinaram. A minha essência está no desenho. Quando terminou o curso, teve o privilégio de viajar até à cidade – ainda em construção – que se fez capital do Brasil, sob a batuta de Oscar Niemyer. Foi a concretização de um sonho? Assim que terminei o curso conheci um casal – ele, um amigo do meu marido, vivia, na altura, no Brasil. Recém-formada [em arquitetura], fui trabalhar dois meses para a cidade do Rio de Janeiro, no Brasil. Lembro-me que estava tanto calor, que o papel vegetal, no estirador, ficava cheio de bolhas por causa da humidade! Os termómetros ultrapassavam os 40 graus! Aproveitei para viajar.

82

today

Conheci Petrópolis, Nova Friburgo e Brasília, a cidade que qualquer arquiteto deseja conhecer. Foi uma experiência muito forte! Ver Brasília, uma cidade de contrastes, com uma arquitetura moderna em contraposição com a terra vermelha… 1980 foi o ano marcado pelas minhas viagens. Oscar Niemeyer, o génio do traço curvilíneo, ou Zaha Hadid, mestre da arquitetura contemporânea? São diferentes, mas visionários, futuristas até. Qual escolheria? Zaha Hadid é fantástica, uma visionária. Mas acho que os espaços criados pela arquiteta iraniana, apesar de serem esteticamente muito bonitos, estão muito associados à era espacial; e eu sinto-me mais agarrada à terra. Como Oscar Niemeyer, que tem uma escala mais humana. Precisaria de entrar em espaços feitos por Zaha Hadid para conseguir perceber melhor o conceito. A arquitetura é feita para o Homem; deve ser concebida para ser vivida, para estar integrada com a envolvência arquitetónica já existente. Não é só por ser bonita que nos faz sentir bem.

Mutante 15  

Anka Zhuravleva • Delightfull • Bordallo Pinheiro • Herdade da Cortesia • Fernanda Lamelas • Six Senses • New York • Palácio de Seteais • Mo...

Mutante 15  

Anka Zhuravleva • Delightfull • Bordallo Pinheiro • Herdade da Cortesia • Fernanda Lamelas • Six Senses • New York • Palácio de Seteais • Mo...

Advertisement