Page 29

Quer ser ator. Pisa o Teatro Garret (1860) e entra na Escola Dramática. Sobe o pano. Em cena nasce o riso num tom jocoso. Mas o desenho, a caricatura, continuam vivos. Expõe na Sociedade Promotora (1868 - 1874), vê reproduções da sua autoria no El Mundo Cómico e colabora em publicações periódicas de Espanha (anos 70 de 1800). O humor na gravura. Primeiro ligeiro, depois agressivo. Satírico. Publica o álbum de caricaturas O calcanhar de Aquiles (1871), está n’ A Berlinda, mete a ridículo

acontecimentos e ilustres n’ O Binóculo e vence com A lanterna mágica (1875), onde apresenta o não menos célebre Zé Povinho. Nasce o jornalista, o comentador político e social, inspirado pelo seu trabalho na Câmara dos Pares. O Brasil. Atravessa o Atlântico para o jornal O Mosquito, no Rio de Janeiro (1876). Cria e recria personagens, desenha a política, aprimora a técnica. Faz nascer o Psit!!! e O Besouro.

29

Mutante 15  

Anka Zhuravleva • Delightfull • Bordallo Pinheiro • Herdade da Cortesia • Fernanda Lamelas • Six Senses • New York • Palácio de Seteais • Mo...

Mutante 15  

Anka Zhuravleva • Delightfull • Bordallo Pinheiro • Herdade da Cortesia • Fernanda Lamelas • Six Senses • New York • Palácio de Seteais • Mo...

Advertisement