Page 19

No campo da arquitetura, a vivenda pronuncia o elegante estilo neoclássico, com uma linguagem mais sóbria, depurada, delicada, de forte inspiração inglesa. Talvez por influência de D. Joanna de Goran, inglesa, a esposa de Daniel Gildemeester. Quem sabe… A luxuriante envolvente verdejante mais parece o cenário de um conto de fadas, com o jardim do labirinto, ao estilo de Versalhes, e o imenso Atlântico em sintonia com Mafra, de um lado; e a gigantesca serra de Sintra, do outro, de onde desciam as águas das nascentes para servir a casa, os pomares e os jardins de forte carga romântica. Estava, assim, erguida a ala esquerda do atual Palácio de Seteais. Dez anos mais tarde, a 1 de gosto de 1797, o 5.º marquês de Marialva,

D. Diogo José Vito Meneses Coutinho, é o novo proprietário da então Quinta da Alegria. Tinha Daniel Gildemeester perecido quatro anos antes. Ao edifício já existente é acrescentado, no mesmo alinhamento, um outro – a ala direita – erigido com um rigor arquitetónico e uma simetria exterior magistrais. A união das imponentes fachadas é rematada por um arco triunfal. No cimo, é visível um medalhão de bronze, com as esfinges de D. João VI e D. Carlota Joaquina, e a inscrição de uma epígrafe dedicada ao príncipe regente, num tributo à visita do casal real, em 1802, a D. Diogo José Vito Meneses Coutinho, sob o qual, ainda hoje, se vê o Castelo dos Mouros e o Palácio da Pena.

19

Profile for Mutante Magazine

Mutante 15  

Anka Zhuravleva • Delightfull • Bordallo Pinheiro • Herdade da Cortesia • Fernanda Lamelas • Six Senses • New York • Palácio de Seteais • Mo...

Mutante 15  

Anka Zhuravleva • Delightfull • Bordallo Pinheiro • Herdade da Cortesia • Fernanda Lamelas • Six Senses • New York • Palácio de Seteais • Mo...

Advertisement